terça-feira, 25 de agosto de 2009

Cartão vermelho para Sarney

Foi o que o Senador Eduardo Suplicy (PT-SP), mandou pra Sarney, um singelo cartão vermelho, em protesto pelo arquivamento das acusações que caiu sobre o Senador Sarney.


O senador Suplicy já tinha mostrado sua indignação com o Senador e Presidente do Senado Sarney, durante um discurso do Senador Sarney no plenário ontem. Mas o Senador Almeida Lima (PMDB-SE), não gostou nada da atitude de Suplicy, e saiu em defesa do companheiro Sarney, disse que o processo já tinha sido julgado e arquivado, por tanto não deveria mais ser questionado.

Esse Cartão vermelho não foi só um cartão dado por Suplicy, mais também por boa parte da população, que mais uma vez vê um processo de irregularidades virar pizza, esse cartão vermelho representa a vontade do povo, que por meio de Suplicy que teve a coragem de mostrar não só sua insatisfação, mais a insatisfação do povo cansado de ser roubado, cansado de ver o dinheiro público se tornar algo pessoal.
Fica aí a frase do Senador Eduardo Suplicy:
" O melhor passo para a saúde do Senado e do própio Sarney é simbolizado neste Cartão vermelho. Que ele deixe a presidência do Senado permitindo que o Senado volte aos seus tralhos normais"

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Fidel Castro reaparece em público

video


O Ex-comandante de Cuba Fidel castro reaparece em público depois de um bom tempo ausente, deste 2006 que Fidel não aparecia em público, e desta vez ele foi receber um grupo de estudantes da Venezuela da Universidade Abogado.
O Comandante aparentava está bem melhor do seu problema de saúde no intestino, Fidel estava sorridente e com uma aparência saudável, ele falou sobre politica e revolução. Fidel Castro se afastou do Comando de Cuba, deixando seu irmão e companheiro de Revolução Raul Castro no controle da ilha socialista.

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Pizzaria do Senado

Mais uma vez tudo acaba em pizza no senado, quem gostou foi José Sarney, que se livrou mais uma vez das acusações, já que os processos por atos secretos foram arquivados.
Mais o "PT" saiu desfalcado depois desses arquivamentos, empurrado pelo presidente do (PT) Ricardo Berzoini (SP) para apoia o arquivamento dos atos secretos de Sarney.

Deixando nada satisfeito o Senador Aluizio Mercadante (PT) e ainda com a saída da Senadora e ex-ministra Marina Silva (PT-AC) e do Senador Flávio Arns (PT-PR). Mais uma vez o descaso venceu, a crise do Senado, causada pela quebra de braço entre governo e oposição e entre o propio governo, sobre Sarney não deu em muita coisa, apesar de todo desgasto durante os ultimos meses. o Senador foi até o fim pra se manter firme no poder, e o (PT) criou uma postura de defesa que só veio a se prejudicar no final, aparentando uma possível crise no partido.

Com dois Senadores a menos e alguns companheiros petistas insastifeito com a postura do partido, Sarney segue firme na presidência do senado federal, depois de tanto desgaste e discussão uma grande pizza é o que nós resta para apreciar essa lamentável decisão de arquivamento dos atos secretos, pois o povo brasileiro ao menos merece uma explicação desses casos, já que o Senador e presidente da casa se diz inocente.

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Marina Silva, poder ser canditata a presidente

A Ex-ministra de do meio ambiente de Lula, poder ser candidata a presidente pela sigla do (PV), depois de se decepcionar com a aprovação de medidas que só veio a prejudicar a Amazônia, com o aval do propio presidente Lula, a ex-ministra resolveu dar um basta com tanto descaso com as nossas florestas, e pode ser candidata a presidente.
Séria muito interessante se essa candidatura se confirmasse, pois poderíamos ver o debate de duas ex-integrantes do governo, a ministra da Casa civil Dilma Russef (PT), e a Ex- ministra do Meio Ambiente Marina Silva possivelmente pelo (PV). Tenho certeza que as duas tem plenas condições de governar o país e esse debate das duas seria de extrema importância para colocarmos as duas no balanço, e ver qual seria melhor para o nosso país.

O Governo Lula fez um bom mandando no campo social, mais no campo ambiental deixou muito a desejar, beneficiando a bancada ruralista com interesses em ocupar as terras do nosso serrado e da amazônia, com pastagens e plantações. Marina Silva sempre teve sua história ligada as causas ambientais, que ao lado de Chico Mendes lutou pela Amazônia. Agora resta esperar chegar as eleições, e a candidatura se confirma, e aguardar o debate, para saber qual das duas esta mais preparada para governa o Brasil.

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Brasil já é 3º em casos de morte pela Nova Gripe A (H1N1)

O Brasil já tem 192 casos da Nova Gripe, ficando atrás apenas dos EUA (436) e Argentina (338) mortes por causa da Nova Gripe, passando inclusive o México que foi até pouco tempo o país mais afetado. O nosso país tem extensões continentais e uma desigualdade social enorme, vale ressalta que a maioria dos casos que foi registrado a maioria foi da classe média e alta da sociedade brasileira, pois devemos torcer e muito para que os casos não se espalhe para as classes mais pobres, pois como todos nós sabemos o acesso as hospitais nesse casos e bem precário.

O nosso sistema de saúde público não tem preparo para atender em grande número de uma doença que requer muitos cuidados. O alento e que o inverno está terminando, o que pode diminuir os casos, resta esperar uma cura antes que o próximo inverno se aproxime, pois seria catastrófico enfrentar essa Gripe com temperaturas mais baixas do que costume.

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

É cobra engolindo cobra no Senado Federal

Mais uma vez uma prova que o no Senado só serve para discussão pessoais, virou baderna, parecem alunos de primário brigando em sala de aula, mais é o nosso senado federal, mostrando mais uma vez como se faz politica no Brasil. De um lado os defensores de Sarney, que já deveria ter renunciado a muito tempo, e do outro a oposição, que tem um passado e um presente tão sujo quanto o do presidente da casa José Sarney.
Mais uma vez o Senador Renan Calheiros (PMDB- AL) que comentou os atos ilegais do senador Arthur Virgílio (PSDB - AM), pois o senador Arthur estava discursando contra Sarney. Até parece piada, Renan Calheiros que já teve seu mandato de presidente do senado casado, foi contar as sujeiras de Arthur Virgílio, duas cobras do senado que agora estão se engolindo, pra saber quem tem o passado mais sujo.
O Senador Tasso Jereissati (PSDB- CE), entrou na briga com Renan Calheiros, os dois bateram boca em pleno senado, um acusando o outro de ter o dedo sujo, por sua vez Renan chamou Tasso de "Coronel de merda".
Pois são esses os senadores que foram votados pela maioria, pra representar o povo, e demonstram senas de selvageria em um lugar que era pra ser debatido e votado os interesses do povo brasileiro. Pois fica meu repúdio a essas atitudes que tumultuam o nosso Senado, deixando de lado os interesses do povo, agora só depende do próprio povo, pra banir essas cobras da Política, pois o voto é a nossa maior arma.

terça-feira, 4 de agosto de 2009

MP 458/09: Um retrocesso ambiental na Amazônia



A medida provisória 458/09, que regulariza uma boa parte das terras da Amazônia foi aprovada pelo presidente Lula, com uma ressalva ao artigo 7°, que a pedido da ex-ministra do meio Ambiente foi vetada. Aí vai trechos da carta aberta da Ex-Ministra do Meio Ambiente Marina Silva ao Presidente Lula.


Marina Silva


De Brasília (DF)


Do portal terra Magazine (09/06/2009)
& do Maria Frô


A aprovação da Medida Provisória (MP) 458/09, semana passada, no plenário do Senado, foi o terceiro momento mais triste da minha vida. O primeiro foi quando, ainda adolescente, perdi minha mãe, duas de minhas irmãs e meu tio, num curto espaço de tempo. O segundo foi quando assassinaram Chico Mendes. Agora, meu luto é pela Amazônia.


A Mp 458, que está nas mãos do presidente Lula, vai regularizar a posse de 67 milhões de hectares de terra na Amazônia, um patrimônio nacional superior a 70 bilhões de reais, considerando apenas a terra nua. O problema é que, a título de legalizar a situação dos pequenos agricultores, dos posseiros de boa fé, cujo direitos estão salvaguardados pela Constituição, os maiores beneficiados serão os grileiros, aqueles que cometeram o crime de apropriação de terras públicas e estão por trás da exploração fundiária irregular, da violência e do desmatamento ilegal.


Enviei carta aberta ao presidente pedindo o veto a três artigos da MP, o 2º, o 7º, e o 13º. Ainda que não conserte todo o mal que ela causa, a supressão desses dispositivos pode amenizar alguns de seus efeitos.


O primeiro veto que proponho é para impedir a regularização das terras ocupadas por prepostos (laranjas), o que está previsto nos incisos II e IV do artigo 2º e no 7º, uma vez que eles possibilitam a legalização de terras griladas, permitindo a transferência de terras da união para pessoas jurídicas.


Já o artigo 13 deve ser vetado para impedir a exclusão de vistoria prévia, procedimento fundamental para identificar a natureza da ocupação e, principalmente, a e existência de situações de conflito na área a ser regularizada. Isso, em muitos casos, pode significar a usurpação, de mobilidade e de reivindicação de seus direitos.


Outro pedido que consta da carta aberta enviada ao presidente Lula é de que todo o processo de regularização fundiária seja caracterizado pela transparência e assegure a efetiva participação da sociedade civil, notadamente oss representantes dos segmentos ambiental, acadêmico e agrário.


Se o presidente nada fizer, não serão os ambientalistas a sair perdendo, mas o Brasil. O que está em jogo é a vida de milhões de pessoas e a conservação da floresta - uma vez que a grilagem já demonstrou ser o primeiro passo para a devastação ambiental. E não só eu que o diz. Para o Procurador Federal no Estado do Pará, Dr. Felício Pontes, " a MP 458/09 vai legitimar a grilagem de terras na Amazônia e vai jogar por terra 15 anos de intenso trabalho do Ministério Público federal no estado do pará, no combate á grilagem de terras."


Segundo a Comissão Pastoral da Terras, 1.377 pessoas estão ameaçadas de morte na Amazônia, entre as quais juízes, procuradores e lideranças que dedicaram a vida à causa da justiça, da lei e da proteção ao patrimônio do povo brasileiro.De 1999 a 2008 ocorreram 5.384 conflitos de terra na região, com 253 assassinatos e 256 tentativas de assassinato.


Está com o presidente a decisão de impedir um dos maiores retrocessos na história da luta pela preservação das florestas e pela justiça ambiental no Brasil. No dia Mundial do Meio Ambiente, 31 organizações da sociedade civil reforçaram, em toda nota pública, "repudio à tentativa de desmonte do arcabouço legal e administrativo de proteção ao meio ambiente arduamente construído pela sociedade brasileira". Esta manifestação corresponde às análises que formadores de opinião e a mídia vêm esternando e ao sentimento da população captado por pesquisas de opinião. Cabe agora ao presidente Lula avaliar e agir, enquanto é tempo.


Uma pena que a MP 458/09 junto com os artigos 2º e 13º tenham sido aprovado, mesmo com o pedido através dessa carta aberta ao presidente Lula. A Amazônia esta cada vez mais sendo destruída e que os nossos governantes estão fazendo...Nada mais do que ajudar a continuar a destruição da nossa floresta, ao invez de aprovar medidas que só vêm a ajudar o nosso país os nosso deputados e senadores passam os dias em Brasília batendo boca e discutintindo os próprios interesses. A ressalva foi o artigo 7º, muito pouco para um país que desmata e queima vários hectares de mata por dia e a nossa Amazônia assim como a nossa Mata Atlântica que está sumindo a cada dia, a cada queimada e a cada desmatamento.





Senadores com passado sujo, batem boca em Brasília

Pedro Simon (PMDB-RS), Renan Calheiros (PMDB-AL) e Collor (PTB-AL) (foto), protagonizaram mais uma sena lamentável no Senado, como já não bastasse o passado sujo de ambos, agora se voltam a fazer escândalos em pleno senado. Pois acho que o povo brasileiro acredita que a função de um Senador é votar e criar leis, para beneficiar o povo brasileiro. Mas não é bem isso que costumamos ver.
O Senador Pedro Simon que estava discursando no senado, pela saída de Sarney, acabou surpreendido pelo companheiro de partido Renan Calheiro, que acusou Simon de perseguir Sarney, que por sua vez acusou de fazer conchavos com Collor na época que Collor era presidente, e de abandonar Collor quando as acusações pesaram sobre o então presidente. Por sua vez o senador Collor, com palavras diretas a Simom ameaçou claramente de expor os podres de Simon, caso ele voltasse a falar o seu nome no plenário.
Esse é o tipo de Senadores que nos escolhemos, para representar no Senado. Senadores que presam a discução pessoal ao invés de discutir reformas, leis, que nosso país tanto precisa. Senadores esses que já provaram no passado do que são capaz, Collor foi nosso presidente em 1990, foi posto pra fora, pela próprio povo que o elegeu. Renan, perdeu o cargo de presidente do Senado, por irregularidades administrativas e são eles que continuam lá em Brasília, representando o povo brasileiro.
Só nos resta prestar bastante atenção em quem vamos votar, para deputado, senadores, presidentes etc...Para que cenas como essas não volte a ocorrer, que os Senadores em que depositamos nossa confiança, faça valer nosso voto, quem já esteve no poder e não fez cumprir com suas obrigações, não merece nosso voto novamente, para que o senado Federal seja um local de trabalho e não um local de bate boca e de trocas de ameaças.
Related Posts with Thumbnails